Negras pelo Mundo – EUA

Negra Americana

Negra Diva começa hoje com uma série que traz ao conhecimento, a história, cotidiano e a moda das negras pelo mundo. Falaremos hoje da Americana.

negra-americana-negra-diva
Negra Americana


O movimento feminista
tem ganhado cada vez mais espaço em relação às lutas sociais e minoritárias pelo mundo. A base da luta negra diz respeito ao alcance de direitos que sejam iguais aos dos brancos, independente de gênero e idade.

Assim, é importante saber como o empoderamento negro se dá ao redor do mundo, conhecendo o estilo das mulheres negras em diferentes locais, por exemplo.


Diferente do que muitas pessoas pensam, vestir-se também é um ato revolucionário. Isso acontece porque é a partir dele que há a legitimação de uma pessoa em relação à sua identidade individual e à sua identificação em determinado grupo.


Apesar das origens parecidas, a negritude americana é diferente da brasileira. Tais diferenças foram acentuadas, principalmente, após a libertação dos escravos em ambos os países.


Nos Estados Unidos, apesar dos negros terem conseguido obter os mesmo direitos do que as pessoas brancas em todos os Estados do país, diversos Estados sulistas defendiam a ideia de que os negros podiam viver como “iguais, mas separados”.

Assim, o sentimento latente pela busca de uma identidade só crescia. Por conta disso, os negros americanos, principalmente as mulheres, tiveram a necessidade de ter um estilo próprio, a fim de se identificarem umas com as outras.


A moda, ao contrário do consenso popular, não é uma coisa supérflua. Ou seja, não é uma coisa apenas bonita e estética. Ela está diretamente relacionada à cultura e à história de um povo em épocas distintas.

Construção da identidade da Negra norte-americana

A aparência sempre fez parte das questões importantes para os descendente de africanos na América.
Diferentes povos da África possuem uma forte preocupação com o seu visual, principalmente porque ele os define como povo. Essa mesma preocupação atravessou o oceano, tendo um papel fundamental no período pós-colonização.


Assim, desde o século XIX, o significado único que as roupas têm para as negras americanas é bastante peculiar.

Com isso, a maneira de se vestir e de se relacionar com a moda, é muito importante nos mais variados momentos do dia para as negras dos Estados Unidos, principalmente, na hora de socialização com pessoas brancas.

Estilo da mulher negra nos Estados Unidos

As mulheres negras passaram a se identificar em relação ao seu estilo apenas em 1960. Infelizmente, por conta da cultura branca que sempre foi imposta aos negros, as mulheres norte-americanas foram deixando de lado o seu jeito colorido de se vestir e parando de usar seus cabelos cacheados e crespos.

Isso aconteceu porque o cabelo de pessoas negras sofreu muito com o racismo, sendo um forte símbolo de opressão.

Leia Também:

1 – CARA DE NEGRA RICA COM MAQUIAGEM BARATA!

2 – TRANÇAS AFRO – PASSO A PASSO | O GUIA DEFINITIVO

Com isso, elas passaram a alisar os fios, adotando o padrão liso da branca européia. Assim, a imagem que as negras tinham em relação a si mesmas foi muito afetada, gerando uma grande crise de identidade.


Mas ainda bem que o desejo por visibilidade da comunidade negra foi retomado na década de 1990.

mulher-negra-americana
Mulher Negra Americana


Hoje em dia, as mulheres negras dos Estados Unidos muitas vezes, ditam a Moda. Principalmente quando o assunto é roupa e cabelo, por exemplo.
As negras norte-americanas não tem medo de mostrar o seu corpo. Muito pelo contrário.

Elas tem orgulho de colocar roupas apertadas, tanto calças quanto blusas, mostrando suas lindas curvas, independente de estarem ou não acima peso. Ou seja, diferente do que aconteceu no passado, atualmente, elas possuem muito orgulho de seus corpos.

Outra mudança clara que podemos notar hoje em dia, é em relação ao cabelo. A maior parte das mulheres está assumindo o seu cabelo crespo e os seus cachos, como tem acontecido no Brasil. Com isso, muitas delas têm apostado no black power e nas tranças, homenageando suas origens africanas.


Apesar de algumas delas ainda apostarem no alisamento capilar, seus penteados são únicos, com coques altos e franjas que cobrem parte da testa e terminam atrás da orelha.

As mulheres negras americanas também gostam bastante das “perucas” lace front wigs. Assim, o que antigamente era utilizado para cobrir os poucos cabelos, agora é usado como acessório. Elas são bastante naturais, podendo ter diferentes tamanhos, formatos de fios e cores.

Todo o vestuário das negras dos Estados Unidos possui muita cor. Elas costumam apostar na combinação de peças baseadas em sua tonalidade.

Por exemplo, ao selecionar uma blusa azul, o sapato provavelmente também será azul, além da bolsa, do brinco e do óculos.
Assim, elas conseguem definir sua identidade e apostar em seu empoderamento a partir do orgulho que têm baseado na moda que ditam.

Gostou desse artigo sobre a moda e o estilo da mulher negra dos Estados Unidos? Ficou com alguma dúvida ou tem algo para acrescentar? É só deixar o seu comentário abaixo!

Next Post

Cara de Negra Rica com Maquiagem Barata!

qua set 25 , 2019
Como todas nós sabemos, o mundo da beleza é um espaço altamente fascinante, deslumbrante e capitalista! Além de todas as questões econômicas e as exclusões que essa indústria faz com quem não tem como investir em aparência, existe a invisibilidade que é crescente a cada tom de base que se […]